segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

As 10 resoluções de ano novo mais populares por aí

Resoluções para dois mil e... 


Ano termina, ano começa e as pessoas se jogam nas listinhas (ou listonas) de resoluções pros próximos 365 dias: coisas a mudar, coisas a fazer, coisas a parar de fazer, coisas possíveis e impossíveis. Boa parte delas, convenhamos, improvável: nem precisa de ciência para saber que a gente acaba não colocando em prática vários dos itens que entram na seleção de “novidades” para o novo ano. Alguns, seja lá qual for a desculpa, ficam para o próximo; outros, nunca saem do “quem sabe um dia?”. Mesmo assim, o pessoal do site 43things.com abriu uma pesquisa – na qual já palpitaram mais de oito mil pessoas – para compilar as resoluções de ano novo mais populares entre a galera. Até agora (a pesquisa continua aberta, então você pode passar lá também e votar), o top 10 está assim:
1. Perder peso (1.470 votos) 2. Comer, beber, aprender ou tentar algo novo (999 votos) 3. Guardar dinheiro (909 votos) 4. Ser feliz (890 votos) 5. Definir uma meta atlética acessível, tipo correr 5 ou 10 km (822 votos) 6. Se apaixonar (695 votos) 7. Tirar fotos em todos os dias do ano (659 votos) 8. Arranjar um emprego (652 votos) 9. Ler mais (620 votos) 10. Parar de fumar (452 pessoas)
E aí, algum destes itens está entre as suas resoluções? Senão, o que entrou na sua lista? 

Fonte: Abril

Mais da metade dos piauienses faltam recadastrar o Bolsa Família

O prazo para a renovação encerra nesta segunda-feira (31), no Piauí.
Em Teresina, quatro mil famílias podem ter o benefício bloqueado.

Mais de 50% dos beneficiários em 49 municípios do Piauí, ainda não fizeram a atualização cadastral no Bolsa Família. O prazo para a renovação do cadastro termina nesta segunda-feira (31).
No estado, os casos mais graves são Barreiras do Piauí, com 95,2%, e Monte Alegre do Piauí, com 86,4% das famílias, que ainda não realizaram cadastro. As cidades de Teresina (32,1%) e União (68%) apresentam o maior número de famílias com risco de terem o seu beneficio suspenso até o mês de março de 2013.
Só na capital são quase quatro mil famílias prestes a terem o benefício bloqueado já em janeiro de 2013. Em União, mais de mil famílias ainda não compareceram para renovar o cadastro.
De acordo com a gerente de Transferência de Renda, da Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc), Claudina Lima, no Piauí, 52 municípios têm mais de 100 famílias pendentes em relação ao cadastro. “Com o fim do prazo, estas famílias deixarão de receber o beneficio e, a partir de março, terão o nome excluído do Cadastro Único, o que é preocupante, pois as famílias que estão em situação de vulnerabilidade social ficarão desassistidas pelo Programa Federal”, explica ela.
A Revisão Cadastral é importante para verificar se as famílias mantêm as condições para o recebimento do benefício, entre elas a renda mensal de até R$ 140 por pessoa. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) informa aos beneficiários, por meio de extratos de pagamento mensal do bolsa família, que precisam participar do processo.
A atualização cadastral para os beneficiários é simples e rápido e pode ser realizado nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), ou nas Coordenações Municipais do Programa Bolsa Família. Para tanto, a família deve levar os documentos comprovando renda, residência, escolaridade e dados pessoais de todos os seus integrantes.
Cidades com mais de 50% de famílias que precisam atualizar o cadastro:
1. Água Branca - 54,8%
2. Alagoinha do Piauí - 61,5%
3. Alto Longá - 67,1%
4. Amarante - 60,6%
5. Aroeira do Itaim - 52,6%
6. Baixa Grande do Ribeira - 59,6%
7. Barreiras do Piauí - 95,2%
8. Boqueirão do Piauí - 50%
9. Cabeceiras do Piauí - 52,9%
10. Campinas do Piauí - 63,6%
11. Canaviera - 58,6%
12. Cocal - 53,9%
13. Coivaras - 64,3%
14. Coronel José Dias - 51,6%
15. Curralinhos - 66,2%
16. Francisco Santos - 69,3%
17. Gilbués - 52,8%
18. Guaribas - 51,9%
19. Hugo Napoleão - 50,6%
20. Isaías Coelho - 60,9%
21. Jacobina do Piauí - 52,7%
22. Jardim do Mulato - 70,7%
23. Jatobá do Piauí - 69,4%
24. Jerumenha - 83,8%
25. João Costa - 52,3%
26. José de Freitas - 54,4%
27. Lagoa do Barro do Piauí - 50%
28. Lagoa do Piauí - 75,9%
29. Marcos Parente - 50%
30. Milton Brandão - 52,7%
31. Monte Alegre do Piauí - 86,4%
32. Murici dos Portela - 64%
33. Nossa Senhora dos Remédios - 53,3%
34. Nova Santa Rita - 65,5%
35. Paes Landim - 66,2%
36. Pajeú do Piauí - 51,1%
37. Paquetá - 66,7%
38. Patos do Piauí - 56,3%
39. Pavussú - 59%
40. Pedro II - 53,1%
41. Regeneração - 54,4%
42. São Gonçalo do Gurguéia - 77,3%
43. São José do Peixe - 61,1%
44. São Julião - 56,2%
45. São Lourenço do Piauí - 52,6%
46. São Miguel da Baixa Grande - 50%
47. Tamboril do Piauí - 66,7%
48. Tanque do Piauí - 77,3%
49. União - 68%
Fonte: G1

Líder do Franz Ferdinand vai processar marca mexicana de relógios por plágio

Comercial usa uma trilha muito parecida com “Take Me Out”, canção da banda 
Franz Ferdinand 
O Franz Ferdinand se junta à lista de artistas que entram na justiça contra grandes marcas por causa do uso indevido de canções em comerciais. O vocalista do grupo, Alex Kapranos, acusou uma marca mexicana de relógios chamada Branzi de plágio. "Querem ver um bando de filhos da mãe plagiadores?", escreveu o cantor em seu perfil no Twitter. Ele postou o vídeo da propaganda, veja abaixo.
A trilha é parecida com "Take Me Out", grande sucesso do Franz. Posteriormente, em resposta a um usuário da rede social ele disse que não se trata da gravação original e afirmou que entrará com um processo, acrescentando: “Ótimo. Deve cobrir os custos da gravação do nosso próximo disco”. O Franz Ferdinand integra o line-up do Lollapalooza Brasil 2013.
Neste ano, o Black Keys chegou a abrir uma ação contra Pizza Hut e o Beach House fez o mesmo com a Volkswagen por causa do uso de músicas semelhantes às suas em comerciais.
 
AGORA OUÇA TAKE ME OUT:
 
 Fonte: Rolling Stones Brasil

sábado, 29 de dezembro de 2012

MENSAGEM AO LEITORES


Estamos chegando ao fim de mais um ano e eu desejo a todos um 2013 cheio de realizações, paz, saúde e harmonia. Uma mundo mais alegre e humano, sem esquecer a biodiversidade em todas as suas dimensões.
Mas também não podemos conviver com os seres do mau sem procurar punir a cada um na forma da lei e combater de forma firme os empresários  políticos e todos os meliantes que se infiltram em nossas vidas e agem com uma certeza de falsa impunidade, pois acredito que a justiça tarda mas não falha. E a cegueira dela  é apenas uma forma simbolística que não representa à realidade em sua totalidade.

Sobre este blog que mesmo ainda sendo jovem em relação a outros que já existem a anos, agradeço demais pela grande quantidade de leitores. Sei que não posso agradar a todos mas espero que em 2013 possamos ser mais interativos e muito mais autônomos e independente. Sem esquecer o lado "NEO-CRITICO". Motivo pelo qual fez com que este blog tenha passado a ser visto por centenas de pessoas diariamente nem só no Brasil como em mais de 20 países mundo à fora. Prometo que em 2013 serei mais radical ainda em meus textos sem proteger seja lá quem for. Assim como serei exigente aos outro que também escrevem para este blog que têm a marca  Gabriel Hammer.

A nossa linha critica sempre foi e será marca registrada em nossas colocações de forma imparcial, preservando fontes e denunciando o que for pra denunciado. Criticando o que chamamos de liberdade de expressão sem ofensas. E se isso acontecer de maneira explicita ou não explicita terão amplo direito de resposta. Mas jamais nos calarão por mais grave que seja o acontecido.

No mais, desejo a todos  um feliz 2013

Gabriel Hammer

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Machado de Assis, o velho sentimental

CONSAGRADO Retrato de Machado de Assis por Henrique Bernardelli, de 1905. Por trás do vulto literário, o homem solitário sentia a falta de Carolina e dos amigos (Foto: Quadro de Henrique Bernardelli (1905)/Acervo ABL)

As cartas da maturidade do escritor mostram seu lado desconhecido: um homem de coração mole, que desmoronou com a morte da mulher e teve de se apoiar nos jovens amigos 

No início do século XX, o escritor Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908) cumpria a função de papa das letras brasileiras. Assim o definia um amigo, o diplomata Joaquim Nabuco. Com Nabuco e outras personalidades de seu tempo, Machado não se comportava apenas como guru, chefe da religião literária e presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL). Ele também trocava cartas num tom íntimo e intenso. Esse seu lado desconhecido agora começa a ganhar contornos mais nítidos, com a aparição de documentos inéditos e a reunião em ordem cronológica das cartas que Machado escreveu e recebeu. O recém-lançado volume da Correspondência de Machado de Assis, tomo IV – 1901-1904 (Academia Brasileira de Letras, 492 páginas, R$ 60), coordenado pelo escritor e acadêmico Sergio Paulo Rouanet com as pesquisadoras Irene Moutinho e Sílvia Eleutério, revela a face humana, emotiva e generosa de um escritor considerado por seus contemporâneos como cínico, niilista e avesso à vida social – máscara que ele mesmo ajudou a criar e se mantém até hoje.

Essa imagem resiste porque Machado destilava ironia, meias palavras e sobretudo descrença em seus romances. O retrato de Henrique Bernardelli, de 1905, hoje exposto na ABL, para o qual Machado posou em fotografia, acentua essa aura de austeridade. Mas o homem Machado era diferente. Nabuco (1849-1910) escreveu a Machado de Londres em 8 de outubro de 1904 e afirmou que existiram duas faces no amigo: “Você pode cultivar a vesícula do fel para a sua filosofia social, em seus romances, mas suas cartas o traem. Você não é somente um homem feliz, vive na beatitude como convém a um Papa. Agora não vá dizer que o ofendi e o acusei de hipocrisia, chamando-o de feliz”. Pena que a plenitude e a felicidade de Machado apontadas por Nabuco terminaram um mês depois dessa carta, quando ele enviuvou.
O quarto volume da correspondência machadiana – que vem sendo publicada desde 2008 – vai de janeiro de 1901 a dezembro de 1904. Compreende 252 documentos, entre cartas, cartões-postais, telegramas e bilhetes. Desses, 118 foram escritos por Machado, 46% do total do volume. Seus principais correspondentes são, além de Nabuco – com 20 cartas, sempre em missão diplomática –, o jovem protegido Magalhães de Azeredo (1872-1963), emissário brasileiro no Vaticano, com 33 cartas; o crítico José Veríssimo (1857-1906), com 30; e o amigo de juventude, o jornalista Salvador de Mendonça (1841-1913), 12, o único que ainda trata por “tu”. “Machado mostrou uma faceta a cada um deles”, diz Sílvia Eleutério. “Exercitava a verve com Veríssimo, o instinto paternal com Azeredo e lembrava o passado com Mendonça.” Destilava as habituais ironias, mas também trocava confissões e prestava favores como “pistolão” no serviço público ou como autor de uma resenha anônima e elogiosa (leia o quadro abaixo). Da multidão de burocratas, colegas e candidatos à cadeira de “imortal” que lhe escreviam, destacam-se o historiador Manuel de Oliveira Lima (1867-1928) e o romancista Graça Aranha (1861-1931).
 
“Machado está mais presente no novo volume”, diz Sergio Paulo Rouanet. “Isso dá uma dramaticidade e um prazer de leitura maiores. Faz lembrar romances epistolares do século XVIII, como Clarissa (1748), de Samuel Richardson, ou La nouvelle Héloise (1761), de Rousseau, que Machado apreciava, embora nunca tenha escrito algo no gênero. As cartas ressuscitam os diálogos entre um guru e seus seguidores.”

Elas também trazem Machado com mais de 60 anos, em dois momentos diferentes. Até 1903, ele estava cansado e ocupado com os trabalhos na Academia e da Secretaria de Viação do Ministério da Viação, Indústria e Obras Públicas, da qual era diretor-chefe da contabilidade. Mesmo assim, mostrava entusiasmo pelas reuniões da Academia e da Panelinha (o grupo gastronômico que promovia almoços dominicais). Dava atenção às carreiras e às necessidades dos amigos. No segundo momento, a partir de janeiro de 1904, a alegria de viver pareceu minguar. De janeiro a novembro, sobrevieram a doença e a morte da mulher, Carolina, após uma convivência de 35 anos. Ela morreu de “febre intestinal”, o termo do tempo para câncer no intestino. A morte da amada Carola – com quem, em 1869, ao se casar, Machado fizera o pacto de “incendiar o mundo” – abalou-o e, ao mesmo tempo, fez com que passasse a tomar providências em relação a sua morte e à continuidade das atividades da ABL. Alegrias e tristezas fizeram que escrevesse mais que nunca.

Ao longo desses quatro anos, mostram as cartas, ele se dividia entre os cuidados com Carolina, a pauta da Academia, a relação com os escritores e a edição e lançamento de seus livros. São desse período Poesias completas, de 1901, e o romance Esaú e Jacó, de 1904. Depois de muito empenho político, conseguiu uma sede para a Academia em 1904, na Lapa, onde ela funcionaria até 1923. Naquele ano se transferiu para o prédio atual, o Petit Trianon. Lutou junto ao governo, sem êxito, para que bustos de escritores fossem erigidos 15 anos depois da morte do homenageado, para evitar entusiasmos precoces. Dava a palavra final nas eleições da academia. Em 1903, defendeu a eleição de Euclides da Cunha contra a opinião do acadêmico Graça Aranha. Os rivais haviam publicado os dois livros mais festejados de 1902: Euclides, Os sertões, e Graça, o romance Canaã (1902). Nessa eleição, um protegido de Machado, Magalhães de Azeredo (cujas hesitações e tom lamurioso dizem ter inspirado Bentinho, protagonista de Dom Casmurro), sofria em dúvidas e lhe perguntava: “Qual é o nosso candidato?”. Em contato com o editor parisiense Hippolyte Garnier, indicou poetas amigos, negociou contratos e corrigiu provas. Mas continuava modesto. Tão logo seus livros chegavam às livrarias, comentava com gratidão as resenhas dos amigos, como se sua literatura não fosse extraordinária e não fosse ele “o papa das letras nacionais”.

Machado não interrompeu a atividade quando entrou de licença por um mês, no início de 1904, para levar Carolina à cidade serrana de Nova Friburgo, numa tentativa inútil de salvá-la. Lá, em consideração à mulher portuguesa e católica, o cético Machadinho, como Carolina o chamava, frequentou missas na Matriz. A atitude causou espanto em José Veríssimo, que ironizou a “carolice” do amigo, uma referência sutil ao apelido de Carolina. Machado respondeu que a suspensão do ceticismo foi causada por uma inflamação nasal (“defluxo”) passageira. Com a morte de Carolina, em outubro, ele entrou em depressão. Mas não parou de escrever. Adotou os amigos como família.

A correspondência voltou a se intensificar de 1905 até sua morte (de câncer na garganta), em 1908. Esse último período constará do quinto volume das cartas, a ser lançado no fim de 2013, com 306 documentos. “É o período da solidão”, diz Sílvia Eleutério. “Ele dependia dos amigos e se mantinha inconsolável.” Segundo Irene Moutinho, Machado solitário ficou mais carinhoso. Irene descobriu uma carta de 1905 em que ele agradece a uma menina, Alba Araújo, filha de um casal amigo, por tê-lo presenteado com um gato, que ele batizou de Gatinho Preto – pseudônimo que ele já usara em manuscritos. “É possível estudar a relação de Machado com os animais”, diz Rouanet. Machado e Carolina tratavam como filha Graziela, uma cadela tenerife. Ele se mostra carinhoso com os cães no conto “Miss Dollar” e no romance Quincas Borba. No conto “A causa secreta”, porém, descreve a tortura de um rato.


Formular analogias entre vida e texto é um jogo infinito para Rouanet, Irene e Sílvia. Juntos no projeto de decifrar a letra miúda de Machado desde 2006, eles se chamam de “trio de malucos”. Avaliam que os cinco volumes totalizarão 1.146 cartas. “Se não descobrirmos mais coisas”, diz Rouanet. “Nosso sonho é achar manuscritos nas mãos de um colecionador oculto.” Às descobertas documentais sobre Machado se somam as interpretações psicanalíticas de Rouanet sobre ele, suas palavras e as relações com seus contemporâneos. “A gente não revoluciona, mas contribui para a pequena história machadiana”, diz ele. A modéstia de Rouanet não faz jus à excelente recepção que a obra tem obtido. Segundo o professor inglês John Gledson, um respeitado estudioso machadiano, a edição da correspondência torna urgente uma nova biografia de Machado. Que personagem sairia dela? O trio se entreolha, mas não arrisca um palpite. “Uma coisa é certa”, afirma Rouanet. “Será diferente da imagem que Machado ajudou a construir.”  
DESCOBERTAS Sergio Paulo Rouanet, Sílvia Eleutério e Irene Moutinho (sentada) na biblioteca da Academia Brasileira de Letras.  De 2006 até hoje, o trabalho de decifrar a letra miúda de Machado lançou  luz sobre ele (Foto: Foto: Gilvan Barreto/Ed. Globo, reprodução e divulgação)       
Sergio Paulo Rouanet, Sílvia Eleutério e Irene Moutinho (sentada) na biblioteca da Academia Brasileira de Letras. De 2006 até hoje, o trabalho de decifrar a letra miúda de Machado lançou luz sobre ele (Fotos: Gilvan Barreto/Ed. Globo, reprodução e divulgação)
Fonte: Época

Playboy começa a divulgar fotos do ensaio nu da 'Virgem do Ano'

Playboy começa a divulgar fotos do ensaio nu da 'Virgem do Ano' 
Aos 20 anos, ela decidiu pôr em leilão a sua virigindade e conseguiu R$ 1,5 milhão   
Depois da revista 'Playboy' mostrar a capa da sua edição de janeiro - estampada por Catarina Migliorini, mais conhecida como a mulher que leiloou a própria virgindade - a revista divulgou uma foto do ensaio feito pela catarinense. 
Na foto a gata, já apelidada de 'A Virgem do Ano', aparece tirando a parte de cima da blusa e mostrando o bumbum. Aos 20 anos, ela decidiu pôr em leilão a sua virigindade e conseguiu R$ 1,5 milhão. 
Depois de causar polêmica ao promover o leilão online - arrematado por um japonês -, Catarina agora colhe os frutos da fama instantânea. Além do dinheiro que vai ganhar com o feito - apesar de a relação sexual com o "ganhador" ainda não ter acontecido -, a moça, de apenas 20 anos, "arrematou" mais uma boa grana com as fotos para a revista brasileira. 
Pelas fotos da "Playboy", a jovem confirma que virgindade não é sinônimo de pudor. Totalmente "sem vergonha", ela mostrou muito e um pouco mais, para deixar muito marmanjo de boca aberta. Na capa, ela aparece abraçada, completamente nua, a um urso gigante de pelúcia. No início de novembro, Catarina foi convidada para desfilar pela marca TNG no Fashion Rio. Mas gerou mais polêmica ainda do público pelas redes sociais. Se foi esse o motivo ninguém confirma mas, no dia do desfile, a marca tratou logo de desconvidar a jovem, que ficou apenas com o gostinho de assistir ao desfile da primeira fila.

Fontes: Playboy / 180 Graus / Facebook

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Juiz proíbe 'Fantástico' de exibir denúncias contra corrupção na polícia

TV Globo informou que está avaliando medidas judiciais cabíveis contra a decisão do juiz 
O juiz Federal Marcelo Costenaro Cavali proibiu a Globo de exibir uma reportagem no “Fantástico” do último domingo (23/12) sobre a cobrança de propina por policiais a comerciantes da rua 25 de Março, em São Paulo.
O pedido de censura partiu do advogado do delegado federal Adolpho Alexandre de Andrade Rebello, acusado de formar quadrilha, corrupção e violação de sigilo funcional.
A matéria especial, que continha detalhes das negociações dos policias com os comerciantes, foi anunciada ao longo de toda a semana passada.
A TV Globo informou que está avaliando medidas judiciais cabíveis contra a decisão do juiz.
Será que esse é um pais que vai para frente ou se aprofunda na buraqueira corrupta que a cada dia destroi a esperança do povo brasileiro de viver uma verdadeira democracia e com os corruptos no lugar certo. Ou seja à cadeia que é o lugar de bandidos seja lá qual for sua classe social.
VEJA UMA DAS REPORTAGENS DA GLOBO SOBRE CORRUPÇÃO:


Fonte: 180 graus / G1

João Cláudio fala de "prostituição"na vida artística, eleições 2012 e PCdoB

João Cláudio fala de "prostituição"na 
vida artística, eleições 2012 e PCdoB 
Mais do que um humorista piauiense de destaque nacional. João Cláudio Moreno é engajado na política e durante entrevista ao Jornal do Piauí, desta quinta-feira (27), falou sobre “prostituição” partidária, a campanha eleitoral em Teresina e sua saída do PCdoB.

Fotos: Yala Sena/Cidadeverde.com

“Acho que um artista, um jornalista, um intelectual, que bota sua cara pra fazer campanha, está cedendo a uma forma de prostituição. Agora, até mesmo as prostitutas tem regras e limites. Eu sou também, de certa forma, uma prostituta, mas como eu quero, para quem eu quero, da forma que eu quero”, disse.

O humorista relembrou que o trabalho prestado à chapa de reeleição de Elmano Férrer foi um trabalho como outro qualquer, mas que em momento algum se arrependeu das posturas que assumiu durante os programas de TV e rádio.


“Eu cobrei para participar e recebi por isso. Não faço mais política de graça, nem mesmo para minha mãe. Sobre o que eu falei: eu não me arrependo. Eu preciso trabalhar. Tudo que disse, eu concordei. Não fiz nada forçado”, esclarece.

Sobre PCdoB
“Eu tive que sair do partido para participar da campanha do Elmano. Escrevi uma carta para o presidente do PCdoB [Osmar Júnior] e dizendo que ia sair. Ele disse que entendia e que as portas estão abertas. Por enquanto eu não sei se vou voltar ou se vou para outro partido. Nem sei se quero ir para outro partido. Prefiro esperar as coisas acontecerem”, conta João Cláudio.


Eleições 2012
“Participei da campanha de Elmano porque era contra o Firmino. Agora se o PSDB tivesse escolhido o Sílvio Mendes, eu não teria como participar. Não arriscar a amizade que eu tenho com ele. Nada contra Firmino. Sei que ele é um grande prefeito, mas também tenho que respeitar minhas questões pessoais”, revela o humorista.

Homenagem
Durante o fim de ano, João Claúdio Moreno informa os próximos passos da agenda. Dia 31 de dezembro ele estará em Sobral (CE), realizando show com Alceu Valença. Dia 01 de janeiro, o artista estará na cidade de Floriano. No repertório, não faltará Luiz Gonzaga.


“Não tenho nem condições de dizer o que o Brasil fez por Luiz Gonzaga esse ano. Nem Elvis ou Beatles tiveram homenagem igual. Tudo que foi feito não foi só pelo artista, foi em nome de uma cultura [a nordestina] que está desaparecendo”, disse João Cláudio.

Amadeu Campos
“Eu tenho medo de avião, mas toda vez que vejo e penso no exemplo de força do Amadeu eu tenho vontade de fazer sempre o meu melhor”, revelou.

Foto: Evelin Santos/Cidadeverde.com

Planos para 2013
“Tudo que aconteceu nas eleições já passou. O prefeito agora é Firmino e tudo ficou pra trás. Acho que quem deu essa virada na campanha dele foi a presença do Lázaro do Piauí. Foi todo um conjunto. Agora, sobre o próximo ano o que eu posso dizer é que eu nunca faço planos porque eu não cumpro”, defendeu o humorista.



Fonte: Cidade Verde

O melhor do ano: 10 momentos mais bizarros de 2012

Esqueça leilão de virgindade, Gangnam Style e outras coisas que bombaram no mundo. Nesta compilação trago as verdadeiras bizarrices que deixaram o mundo mais louco do que nunca em 2012. Confira:
1. Homem chega em casa e descobre que havia morrido
Quando: 21/10
Onde: Bahia – Brasil
Enquanto caminhava tranquilamente pela rua, o lavador de carros Gilberto Araújo recebeu uma ligação avisando que estavam velando o corpo dele na casa de sua mãe. Ao chegar ao local, várias pessoas começaram a gritar, correr e chorar com medo do suposto morto. O mal entendido só foi resolvido depois que a família de Araújo reconheceu que confundiu no IML o corpo do verdadeiro morto com o do lavador de carros.

2. Revólver 34 cm
Quando: 16/07
Onde: San Francisco – EUA
Agentes da Administração da Segurança em Transportes dos EUA pararam, no Aeroporto de San Francisco, um suspeito com uma arma escondida dentro do short. Parecia ser mais um dia comum. Mas, para a surpresa dos policias, a suposta arma era na verdade o pênis do homem. Jonah Falcon detém o recorde de maior pênis do mundo. Depois de uma revista completa (e um grande constrangimento), ele foi liberado para seguir viagem. A vida de Jonah deve ser dura.

3. Tatuagem analQuando: 13/08
Onde: Flórida – EUA
A 17ª edição da South Florida Tatoo Expo, evento que reúne anualmente os amantes das tatuagens, resolveu inovar e mostrar ao mundo uma nova modalidade da arte corporal: a tatuagem anal promete ser a nova tendência do setor que já tem adeptos como uma participante que tem o nome de dois ex-namorados tatuados no ânus. Pelo visto esses dois relacionamentos não foram muito felizes.

4. A velhinha restauradora
Quando: 21/08
Onde: Borja – Espanha
Uma senhora de 80 anos resolveu por conta própria, ajudar na restauração de uma pintura do século XIX na parede de uma Igreja de Borja na Espanha. O quadro do artista Elías García Martínez, que é uma pintura do rosto de Jesus, ficou completamente desfigurado depois de passar pelas mãos da velhinha. A imagem da trapalhada ficou tão bizarra que virou meme na internet.

5. Tiranossauro Rex Jr.
Quando: 08/05
Onde: Nebrasca – EUA
O empresário americano Tyler Gold, conseguiu mudar legalmente seu nome para Tyrannosaurus Rex (Tiranossauro Rex, em português). O jovem de 23 anos justificou o novo nome devido a sua profissão, onde afirma que o reconhecimento é muito importante e o novo nome é mais reconhecível. E foi assim que o homem conseguiu trazer um dinossauro para os dias atuais – pelo menos no nome.

6. Furacão Nana
Quando: 30/10
Onde: Nova York – EUA
Como se já não bastasse os estragos causados pelo Furacão Sandy, a modelo brasileira, Nana Gouvêa causou uma tragédia moral, após fazer um ensaio sensual nos destroços deixados pela tempestade em Nova York. Nana afirma que o objetivo das fotos foi mostrar o resultado da força do furacão, mas acabou gerando a ira dos americanos e virou piada nas redes sociais. É aquele velho ditado, falem bem ou falem mal, mas falem de mim.

7. Cães dirigem carro na Nova Zelândia
Quando: 07/12 | Onde: Nova Zelândia
Foi-se o tempo em que cachorro sentava, deitava, rolava e você achava isso o máximo. O adestrador Mark Vette levou dois meses treinando os “pilotos” Monty, Ginny e Porter para cada um dirigir um carro sozinho. A façanha foi devidamente registrada e concluída com êxito – só com uma pequena ajuda do treinador para virar o volante. Vette aceitou o desafio para incentivar a adoção de cães abandonados na Nova Zelândia e, abre esperanças de que um dia seu cão irá levar você para passear.

8. Mulher ganha dinheiro dormindo
Quando: 12/07
Onde: EUA
A americana Jackie Samuels lançou um serviço especializado em dormir de conchinha pela bagatela de R$ 120 a hora. O cliente pode abraçar, receber carinho e dormir de conchinha, mas não esta incluso sexo em nenhum dos pacotes. Jackie diz que atende mais de 30 pessoas por semana que buscam relaxar e ter uma sensação de conforto e afirma que não tem nenhum tipo de contato sexual com o cliente.

9. Presente chinêsQuando: 29/08
Onde: China
Que tal se dar de presente ao seu grande amor? Foi literalmente isso que o chinês Hu Seng fez. Ele se colocou dentro de uma caixa e pediu para um amigo enviar o pacote pelos correios para a sua amada. A encomenda estava programada para chegar em 30 minutos ao seu destino. Só que, por um erro dos correios,  acabou atrasando em 3 horas e o “presente” acabou chegando desmaiado devido à falta de ar.

10. De Volta Para o Bumbum
Quando: 18/09
Onde:  Califórnia – EUA
Jackie Stallone – sim, ela é a mãe do Sylvester Stallone – ganhou as mídias depois de anunciar que tem o dom de prever o futuro lendo o bumbum dos seus clientes. Por incrível que pareça a técnica já existia e se chama rumpologia, que consiste em ler as linhas, fendas, cavidades e dobras das nádegas para analisar o passado e prever o futuro de uma pessoa. Será que ela já previu as bizarrices de 2013?
Fonte: Abril

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

4 mentiras que seus pais contaram que influenciaram sua personalidade

Você provavelmente ouviu a história da cegonha (ou uma de suas versões) quando perguntou aos seus pais de onde vêm os bebês. Ou então acreditou naquela história de que “não vai doer nadinha” na hora de tomar uma vacina. É tudo mentira. Mas dessas você já sabia. Agora, a ciência revela que pais mentem mais para os filhos do que imaginam. E até aquelas “mentirinhas sinceras” do dia-a-dia podem mudar para sempre a vida de uma criança. Saiba quais são as consequências das inverdades dos seus pais e como elas moldaram seu caráter.
1. “O vovô virou uma estrela.”
A verdade: Pais são tão criativos quanto mal-informados. Essas historinhas criam falsas expectativas e medos desnecessários
Adultos que têm muita dificuldade de lidar com a morte acabam por assumir que seus filhos não vão conseguir aguentar essa dor. Aí, em vez de contar o que aconteceu de forma clara e objetiva, tentam protegê-los com historinhas mirabolantes. “Virou uma estrela.” “Caiu em sono profundo.” “Foi morar no céu.” “Viajou para longe.” Tudo errado, segundo especialistas ouvidos pela SUPER. Quando a criança não ouve respostas satisfatórias a suas dúvidas, ela acaba procurando respostas próprias – em geral equivocadas. E essas conclusões só tornam seus medos, suas fantasias e suas culpas ainda mais dolorosos do que a verdade. Tentativas de comparar a morte com o sono são desastrosas porque podem levar a criança a ter medo de dormir e nunca mais acordar. Dizer que alguém “precisou viajar” cria a falsa expectativa de que a qualquer momento ele vai estar de volta. O que fazer então? “O ideal é que os pais não decidam pela criança sobre o que ela deve saber e nem deem explicações além daquelas que a criança está procurando”, diz a psicóloga Vanessa Rodrigues de Lima. “Viver perdas, enfrentar adversidades e sofrer frustrações faz parte do desenvolvimento humano”, diz a psicóloga Maria Helena Pereira Franco, coordenadora do Laboratório de Estudos e Intervenções sobre o Luto da PUC-SP.

2. “Engole o choro. No futuro, vai me agradecer.”
A verdade: A única vantagem do castigo corporal é a obediência imediata. No futuro, virá uma conta para o próprio filho pagar
O chinelo é o melhor educador? Não é o que mostra a ciência. Estudos provam que o castigo corporal não presta para ensinar o que é certo e o que é errado - ou seja, para a criança internalizar valores morais. Na verdade, acontece o contrário. Quando os pais castigadores estão ausentes, a criança ignora as regras. Quando estão presentes, ela mente. Por outro lado, bater pode criar problemas imediatos e futuros. Mesmo aos 2 anos, crianças que sofrem castigo físico tendem a evitar seus pais. São também mais agressivas. E, mais para a frente, têm mais risco de infringir leis, ir mal na escola e apresentar transtornos mentais.

3. “Foi a cegonha que trouxe você”
A verdade: Quanto menos informada sobre sexo for a criança, mais precoce e aleatória será sua iniciação sexual – e, com isso, mais arriscada
As primeiras perguntas pipocam naturalmente na fase dos “porquês”, lá pelos 3 anos: a razão da diferença anatômica entre meninos e meninas e entre o corpo deles e o de primos mais velhos – e, claro, de onde vêm os bebês. E aí resta ser sincero, respondendo de forma clara, direta e pontual conforme as perguntas forem surgindo. Claro, é preciso adaptar respostas à idade da criança. “Na medida do possível, usar uma alternativa lúdica o mais próxima da realidade da criança pode ajudar no diálogo”, diz Bombonatto. Muitos, por exemplo, explicam que o pai plantou uma sementinha na barriga da mãe – o que não deixa de ser verdade. E não tem por que ter medo de responder. O diálogo franco e aberto sobre reprodução não vai estimular os filhos a fazer sexo precocemente. Muito pelo contrário. Foi o que descobriu uma pesquisa da Universidade de Montreal com 1 171 adolescentes de 14 a 17 anos. Deles, 45% disseram que obtêm informações sobre sexo com os pais, e 32%, com os amigos. Entre os que mantinham um diálogo aberto com os pais, 18% eram sexualmente ativos. Isso subia para 37% no grupo dos que não tocavam no assunto. “Em outras palavras, quanto mais informada for a criança, melhor ela saberá escolher o momento certo”, diz Carmita Abdo, coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade da Faculdade de Medicina da USP. “E, quanto menos informada, mais precoce e aleatória será sua iniciação sexual.”

4. “Seu desenho ficou lindo.”
A verdade: Elogio exacerbado prejudica tanto quanto a crítica sistemática
A criança volta da escola e, cheia de si, exibe aos pais o desenho que fez na aula. Como reagir diante daquele borrão indecifrável? “Num primeiro momento, o pai ou a mãe até podem valorizar o que o filho fez, mas é importante que, no futuro, façam alguns ajustes e, em vez de simplesmente elogiá-lo, motivem o filho a melhorar”, diz o pediatra Saul Cypel, da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Dizer que o desenho (ou o teatrinho, ou a apresentação, ou o bolo) não ficou tão bom quanto poderia não prejudica a autoestima. Na verdade, ajuda a desenvolver o senso crítico – e incentiva a progredir sempre. “O elogio exacerbado pode ser tão prejudicial ao desenvolvimento da criança quanto a crítica sistemática”, diz a educadora Tânia Zagury. Isso porque a impede de ver a realidade e pode levá-la à acomodação.

Quer saber outras verdades que os pais omitem dos filhos (e, de quebra, descobrir também quais são as balelas mais comuns das crianças e adolescentes)? A edição especial “As mentiras que os pais contam para os filhos” já está nas bancas e custa R$12,00. 

Fonte: Abril

Aprovados em concurso da FMS podem não ser chamados, diz Elmano

Justiça determinou a convocação dos aprovados do concurso em 2008. O prefeito Elmano Férrer também falou sobre problemas da cidade.

 Prefeito fala sobre problema de Teresina (Foto: Gilcilene Araújo/G1)

O prefeito de Teresina, Elmano Férrer (PTB), afirmou que vem enfrentando diversos problemas na reta final de sua gestão. Atrasos nos pagamentos de servidores e fornecedores, ocasionaram um caos na capital nos últimos dias. Entretanto, segundo o prefeito, um dos maiores problemas tem sido o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinado com a Procuradoria Regional do Trabalho da 22ª Região. O TAC determina à convocação dos aprovados no concurso da Fundação Municipal de Saúde em 2008 e 2010.
 
Segundo Elmano Férrer, a determinação da justiça exigia a demissão de 2.537 servidores terceirizados que foram contratados sem concurso público, mas ele explica que não pode convocar os aprovados devido à lei de responsabilidade fiscal.
“Durante quase três anos de mandato eu convoquei quatro mil aprovados em diversos concursos da prefeitura municipal seguido a determinação do TAC. Retirei alguns terceirizados e uma grande parte dos que hoje estão trabalhando são da área de saúde. Entretanto, eu ainda preciso convocar mais pessoas, mas talvez não possa fazer isso porque a justiça não permite que a antiga gestão gere custos para a nova gestão municipal”, explica.
Ainda de acordo com o prefeito, o impasse em relação à convocação dos aprovados deverá permanecer até o final do mês de dezembro.
“Estamos sendo pressionados pelo Ministério Público Estadual e pelos candidatos para chamá-los. Contudo, não posso ser irresponsável e fazer algo que a lei não permite. Até o final do mês de dezembro é o prazo que tenho para tomar uma decisão em relação a este impasse”, afirmou o prefeito.
Em 2008, a Comissão Organizadora de Concurso, da Universidade Federal do Piauí, realizou concurso público para o provimento de 515 vagas para a Fundação Municipal de Saúde, da Prefeitura Municipal de Teresina. O certame ofereceu vagas para o cargo de administração pública e em diversas áreas de saúde.
Sobre o problema no atraso de pagamentos, Elmano Férrer declarou que tudo já foi resolvido. “Os servidores e fornecedores já foram pagos. Também até o fim do meu mandato vou entregar várias obras em Teresina e volto  a afirmar que a situação financeira da prefeitura municipal não é crítica. Há dinheiro em caixa e também deixei recursos adquiridos para outras obras”, ressalta.
Fonte: G1/Piauí

 

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Edson diz que Firmino sanará dívidas em 90 dias e comenta novo desafio

 
 
O vereador Edson Melo (PSDB) comentou hoje (13) o novo desafio à frente da SDU Sul na gestão do prefeito eleito Firmino Filho (PSDB). Edson comentou ainda o posicionamento do PMDB na Câmara e obras que deverão ser prioridade.

Edson Melo afirmou que a região sul tem muitos problemas e, com a dificuldade financeira herdada pela próxima administração, não será possível atender a toda a demanda. Porém, espera corresponder às expectativas.

“A situação é preocupante. Mas Firmino tem experiência nessa área financeira, iniciou a vida pública como Secretário de Finanças. Acho que no máximo em 90 dias ele consegue contornar a situação”, disse.


Alguns projetos devem ser mantidos, como o Orçamento Popular. “O Orçamento Popular é natural que seja mantido porque foi criado por Firmino”, comentou. Algumas obras serão prioridade, como a Via Sul, que foi promessa de campanha de Firmino. 

“Uma grande meta é a avenida Via Sul, que vai da Alegria até a Barão de Castelo Branco. Essa obra é importantíssima porque vai aliviar o trânsito na região. Todo mundo procura o balão da Miguel Rosa e com essa avenida vai ajudar a desafogar o trânsito. Também o anel viário no cruzamento das BRs 316 e 343 é extremamente necessário. Firmino já fez uma peregrinação no Congresso atrás de verba, esquecendo o embate da campanha eleitoral, procurando a bancada piauiense, independente de partido. Isso também é uma demonstração de que Firmino não está isolado politicamente, como andaram dizendo”, explicou.

PMDB na administração

Apesar de não ter apoiado a campanha de Firmino, o PMDB está sendo beneficiado na nova administração. Com a convocação de Luiz Lobão (PMDB), vereador eleito, para assumir a Fundação Municipal de Saúde, o primeiro suplente Samuel Silveira (PMDB) assume a vaga na Câmara. 

“Já ouvi Samuel dizendo em entrevistas que manterá a postura independente, mas acho que haverá uma aproximação”, disse.

PSDB contemplado

Outro suplente que deve ser convocado é Renato Berger (PSDB), que ficou na terceira suplência. “É provável que Renato seja convocado. Ainda tem alguns cargos para serem ocupados”, afirmou. Firmino disse ontem que até sábado (15) divulgará os nomes que ainda faltam.

Licitações suspensas

A suspensão de R$ 48 milhões em licitações pelo prefeito Elmano Férrer (PTB), na visão do vereador, foi “prudente”. “Um prefeito assumir mandato com uma série de licitações já feitas não é bom. Acho que o prefeito foi prudente”, comentou.
 
Fonte: Cidade Verde

Chelsea não liga para presença da Fiel em Yokohama e bate o Monterrey

Sob gritos da torcida do Corinthians, ingleses fazem 3 a 1, despacham mexicanos e garantem vaga na esperada final contra o Timão no domingo 

O Chelsea chegou, atropelou e impressionou. A torcida do Corinthians fez mais barulho que os poucos ingleses e marcou território para o próximo domingo, mas deve ter voltado para casa preocupada. Sem esforço e com muita naturalidade, o clube de Londres fez o que dele se esperava e carimbou com facilidade o passaporte para a decisão do Mundial de Clubes da Fifa. Sob gritos de “ooohhh” dos japoneses e “Timão, eô” dos brasileiros nas arquibancadas, os Blues fizeram 3 a 1 no Monterrey, do México, nesta quinta-feira, no Estádio Internacional de Yokohama.
O título mundial será decidido no domingo, às 8h30m (de Brasília), em Yokohama, com transmissão ao vivo do SporTV e do GLOBOESPORTE.COM. Juan Mata, Fernando Torres e Darvin Chávez (contra) marcaram nesta quinta para o Chelsea, que teve em um David Luiz improvisado como volante um dos melhores em campo. Oscar, que vinha sendo reserva, também voltou ao time, deu passe de calcanhar na jogada do primeiro gol e teve boa atuação, assim como todo quarteto ofensivo com os espanhóis artilheiros da noite. O belga Hazard não marcou, mas foi um dos destaques (Ramires e Lucas Piazon não saíram do banco). De Nigris descontou para o Monterrey já aos 46 do segundo tempo.
Da arquibancada, os jogadores do Corinthians observaram atentamente a exibição dos rivais da decisão. Mas foram os corintianos anônimos que deram show, como quem mandasse um recado de que a final de domingo não será jogada somente dentro de campo. No domingo, Monterrey e Al-Ahly, do Egito, jogam pela terceira posição às 5h30m (de Brasília), no mesmo estádio.
Juan Mata comemora gol do Chelsea Mundial (Foto: AFP)Mata corre para comemorar o primeiro gol: festa dos japoneses nas arquibancadas  (Foto: AFP)
Chelsea domina, marca e para no primeiro tempo
À primeira vista, o torcedor que viu o Chelsea em campo com três zagueiros e David Luiz mais adiantado pode ter estranhado e se perguntado qual era a intenção do técnico Rafa Benítez. Bastaram alguns minuto, porém, para a equipe dar a resposta em campo. Com o meio-campo dominado, os ingleses não davam espaços para o Monterrey e com três minutos já tinham desperdiçados três boas chances de gol, enquanto Petr Cech ainda não tinha trabalhado.
Bem à vontade na nova função, David Luiz protegia bem a defesa ao lado de Obi Mikel e dava qualidade à saída de bola, facilitando as ações do quarteto Oscar, Mata, Hazard e Torres. O trio de armadores, por sinal, não atuava junto desde a estreia de Benítez, contra o Manchester City, e parecia estar disposto a mostrar que a formação que encantou a Inglaterra no começo da Premier Legue podia voltar a dar certo.
Logo aos quatro minutos, Oscar, titular novamente após três partidas, e Hazard fizeram boa tabelinha. Com corta-luz do brasileiro, o belga serviu Mata, que chutou para defesa de Orozco. Em seguida, foi a vez de David Luiz atacar de armador e servir Hazard. Frente a frente com o goleiro, ele chutou para fora.
Muito bem em campo, o camisa 17 chamava a responsabilidade e tirava gritos de admiração dos calados torcedores japoneses. Nada muito efusivo, somente um “oooh”, como quando balançou na frente de Mier e cruzou para Oscar dominar mal na marca do pênalti. Tamanha superioridade tornava o gol iminente. E se ele não saiu com Ivanovic em cobrança de escanteio, saiu em jogada bem tramada aos 17.
david luiz chelsea x monterrey (Foto: Getty Images) 
Improvisado como volante, David Luiz foi um dos
destaques em campo  (Foto: Getty Images)
Com liberdade, Ashley Cole recebeu na intermediária e tocou para Oscar. O brasileiro devolveu bonito de calcanhar e o lateral rolou para Mata marcar: 1 a 0. Na comemoração, o espanhol fez o número seis com a mão e homenageou o compatriota Oriol Romeu, que lesionou o joelho sábado e sequer viajou ao Japão.
O imenso domínio do Chelsea em campo era observado por corintianos famosos e anônimos. Se o elenco de Tite acompanhava atentamente a partida munidos de lençóis para fugir do frio, centenas de torcedores se faziam perceber e gritavam a todo tempo: “Timão, eô! Timão, eô!”. Em determinado momento, até brincaram com David Luiz cantando “Doutor, eu não me engano, David Luiz é corintiano”, lembrando o passado de torcedor do zagueiro.
O zagueiro-volante, no entanto, parecia não dar ouvidos e era o melhor em campo. Preciso na marcação e nos passes, conduzia os Blues para o ataque, ou ao menos tentava. Em vantagem, os ingleses tiraram o pé do acelerador e não faziam mais tanta força para atacar. A postura chamou o Monterrey, que aproveitou-se dos vacilos de Azpilicueta para chegar pelas laterais. As investidas, por sua vez, sequer chegaram até Petr Cech.
Na melhor chance, De Nigris aproveitou cruzamento de Corona e cabeçou para fora no bico da pequena área. A partida acabou entrando em um ritmo monótono, ao ponto do centro das atenções ser Frank Lampard, ovacionado por todo estádio ao fazer aquecimento após o gol. O camisa 8 volta a ficar à disposição após dois meses se recuperando de lesão na coxa. Sem lances de perigo, a primeira etapa ainda teve a irritação de Hazard com a marcação mexicana antes do apito para o intervalo.
corinthians jogadores chelsea x monterrey (Foto: Marcos Ribolli/GLOBOESPORTE.COM)Tite e atletas do Corinthians no meio da torcida em Yokohama (Foto: Marcos Ribolli/GLOBOESPORTE.COM)
Dois gols a jato e fim de papo
Para não dar brecha para uma reação mexicana ou comentários de que passou por dificuldades, como o Corinthians diante do Al Ahly, o Chelsea voltou para o segundo tempo em ritmo acelerado e não precisou de mais do que dois minutos para resolver o jogo.
Aos 17 segundos, Hazard, sempre ele, fez boa jogada e serviu Torres, que chutou para marcar. A bola ainda desviou na defesa antes de balançar as redes: foi o quinto gol do espanhol nos últimos três jogos. Ponto para Rafa Benítez.
Já praticamente na saída de bola, o terceiro. Torres avançou bem pela esquerda e cruzou com estilo, de três dedos, para Mata no segundo pau. O camisa 10 tentou servir Oscar, sem goleiro, mas a bola desviou em Chavéz, que marcou contra: 3 a 0. Fatura liquidada.
Para alegria dos fãs azuis, Benítez colocou Lampard em campo, mas tirou David Luiz para a entrada do camisa 8. O técnico espanhol fez mais duas mudanças durante o segundo tempo: Paulo Ferreira na vaga de Mata, e Victor Moses no lugar de Fernando Torres.
Com o 3 a 0 na mão, o time inglês diminuiu o ritmo, mas acabou sendo punido com um gol: De Nigris, já aos 46. Os jogadores do Corinthians nem viram o lance, já que deixaram o estádio aos 40. Mas a Fiel comemorou o gol no estádio. O retorno ao palco da decisão da Copa do Mundo de 2002, quando o Brasil foi penta, está marcado para domingo. A missão corintiana é buscar o bi mundial contra o embalado Chelsea.
jogadores do Chelsea comemoram gol no Mundial contra o Monterrey (Foto: Reuters)Oscar (11) comemora com os companheiros a vitória do Chelsea na semifinal do Mundial  (Foto: Reuters)

 Fonte:G1

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Firmino pede suspensão de projetos apresentados por Elmano Férrer

Vereadores marcaram uma reunião de urgência para esta quarta-feira (5). Eles vão decidir sobre a solicitação do novo prefeito eleito.

A menos de um mês de sua posse, o prefeito eleito Firmino Filho (PSDB) pediu a suspensão de todos os projetos de autoria do executivo municipal que tramitam na Câmara de Vereadores de Teresina. A informação foi confirmada ao G1 PI pelo presidente da Casa, Edvaldo Marques (PSB), durante sessão solene nesta terça-feira (4).
Segundo ele, primeiramente o novo gestor solicitou saber a quantidade de projetos pendentes. "Em resposta, nós informamos que haviam 14 projetos, três deles de orçamento municipal como: Plano Plurianual(PPA), Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) e Lei orçamentária anual(LOA)", lembra.
Firmino manda tirar de pauta projetos apresentados por Elmano na Câmara (Foto: Viviana Braga) 
Firmino manda tirar de pauta projetos apresentados por
Elmano na Câmara (Foto: Catarina Costa)
Sobre o pedido de Firmino Filho, Edvaldo Marques destacou que a decisão do tucano se baseia no artigo 74 da Lei Orgânica do Município, em que a "nova gestão deve ser informada através de relatório sobre todas as matérias que tramitam na Casa. Podendo assim o novo gestor, pedir o aceleramento ou a suspensão da matéria em pauta".
O artigo também permite a futura administração "decidir sobre a conveniência de dar prosseguimento, acelerar o andamento ou retirar de pauta os projetos de lei apresentados pelo poder executivo, a 30 dias da posse do prefeito eleito".
Outro projeto comprometido que está o de Lei Complementar que institui o Programa de Refinanciamento e de Incentivo à Adimplência de Sujeitos Passivos no Município (Refim). Ainda de acordo com o presidente da Câmara,  foi retirado também o projeto que tornava exclusivo para procuradores do Munícipio, a pessoa apta para ser nomeada procurador-geral do município de Teresina.
"Uma reunião sobre a suspensão acontecerá ainda nesta quarta-feira, entre os parlamentares. Os vereadores vão tomar uma decisão pautada na Lei Orgânica do Município e no Regime Interno, que em seguida será votada em plenário", ressalta Edvaldo Marques.
Fonte: G1 /PI

Vários Artistas: Festivais da Canção Vol. 1 e 2

 
Atenção Rio. Atenção Brasil. Atenção países participantes do 1º Festival Internacional da Canção Popular... 5, 4, 3, 2, 1... Boa sorte, maestro". Assim começava, em 1966, o primeiro Festival Internacional da Canção. Assim começa o Box que, em dois volumes de sete CDs cada, reúne mais de 200 canções apresentadas nas sete edições do evento, realizadas entre os anos de 1966 e 1972.

Para os mais jovens é difícil dimensionar a importância desse registro. O Festival Internacional da Canção (FIC) teve sua última edição há 40 anos, quando se encerrou o que ficou conhecido como "a era dos festivais".


A primeira edição do FIC abriu - após a introdução com o hino do festival - com ninguém menos que Elis Regina. Toda a nata da MPB passou pelo evento. "Travessia" ,"Sabiá", "Andança", "Fio Maravilha", "Casa no Campo" e até "Pra não Dizer que não Falei das Flores" (Geraldo Vandré), escolhida como hino da juventude rebelde que viu na ideologia da esquerda a saída para lutar contra a ditadura, alcançaram o grande público por causa do FIC.


Por falar em Geraldo Vandré, vale lembrar - há quem nunca tenha esquecido - que Tom Jobim e Chico Buarque foram vaiados. Na verdade sua canção "Sabiá", interpretada por Cynara e Cybele, foi quem recebeu as vaias, ao ser escolhida a vencedora deixando "Pra não dizer..." com o segundo lugar.


Caetano Veloso, acompanhado dos Mutantes, também foi vaiado numa das etapas eliminatórias. O público desaprovou as guitarras de "É Proibido Proibir" - elas representavam o imperialismo norte-americano. Apesar das vaias enfurecidas, Caetano continuou entoando o refrão da música. E ainda mandou um discurso raivoso que entrou para a história. O clima geral da época suscitava paixões desse tipo.


É verdade que alguns artistas e algumas dessas canções não venceram o tempo. Ou então ficaram ofuscadas por outras canções da mesma edição que caíram no gosto do público. É o caso de "Margarida", a vencedora do FIC em 1967 que nunca atingiu o sucesso de "Travessia", a segunda colocada da mesma edição. Mas a qualidade geral da música apresentada é inquestionável.


A primeira caixa de "Festivais da Canção" se concentra nas três primeiras edições do evento, com mais de cem canções. O volume dois traz a outra centena de músicas. Mais uma vez, o selo Discobertas acerta no lançamento trazendo de volta ao mercado - e ao alcance do público - jóias da música brasileira esquecidas ou perdidas no tempo.
Volume 1

CD 1

01. Hino do Festival – Orquestra & Coral TV Rio (Erlon Chaves – Ronaldo Bôscoli)
02. Canto Triste – Elis Regina (Edu Lobo – Vinicius de Moraes)
03. Canção a Medo – Quarteto em Cy & MPB4 (Sérgio Bittencourt)
04. Festa de Cores – José Orlando (Capiba)
05. Chorar e Cantar – Claudette Soares (Vera Brasil – Silvan Castelo Neto)
06. Canção de Ouro e Prata – Ellen de Lima (Marco Antônio de Menezes Pimentel – Francisco de Assis)
07. Crepúsculo – Lana Bittencourt (Zilda Cormack)
08. Não Se Morre de Mal de Amor – Taiguara (Reginaldo Bessa)
09. Morte do André – Carlos Hamilton (José Geraldo D’Angelo)
10. Canção de Ninar a Amada – Stelinha Egg (Reginaldo Bessa)
11. Canção do Amor Que Não Vem – Claudionor Germano (Capiba)
12. Maria –Wilson Simonal (Francis Hime – Vinicius de Moraes)
13. O Que Ficou de Nós Dois – Valéria (Achilles Gazzaneo – Carlos Maciel de Arruda – Renato Silveira)
14. Vou Tão Sozinho – Altemar Dutra (Catulo de Paula – Antonio Carlos de Souza e Silva)
15. Nossos Silêncios – Zilda Cormack (Zilda Cormack)
16. O Guarani – Orquestra Severino Araújo (Carlos Gomes)

CD 2

01. Dia das Rosas – Maysa (Luiz Bonfá –Maria Helena Toledo)
02. Se a Gente Grande Soubesse – Bilinho & Quarteto em Cy (Billy Blanco)
03. Minha Alegria é Só Você – Altemar Dutra (Alcyr Pires Vermelho – Dario Gadelha)
04. Chora Coração – Taiguara (Baden Powell – Vinicius de Moraes)
05. Saveiros – Nana Caymmi (Dori Caymmi – Nelson Motta)
06. Canção Brasileira – Hugo Santana (Heckel Tavares – Luiz Peixoto)
07. É Preciso Perdoar – MPB4 (Alcyvando Luz – Carlos Coqueijo Costa)
08. Inaiá – Luiz Carlos Sá (Luiz Carlos Sá)
09. O Cavaleiro – Tuca (Geraldo Vandré – Tuca)
10. Apoteose do Samba – Miltinho (Klecius Caldas – Herivelto Martins)
11. Benza Deus – Wilson Miranda (Paulinho Nogueira)
12. Guerra e Paz – Penha Maria (Wilma Camargo)
13. Vai de Uma Vez – Helena de Lima (Fernando César – Britinho)
14. Medley – Paulinho Nogueira a) Upa Neguinho (Edu Lobo – Gianfrancesco Guarnieri); b) Malagueña (Lecuona)
15. Quando Dois Se Gostam – Silvio César & Doris Monteiro (Dalmo Castello)
16. Cidade Maravilhosa – Orquestra e Coral TV Rio (André Filho)

CD 3

01. Travessia – Milton Nascimento (Milton Nascimento – Fernando Brandt)
02. São Os do Norte Que Vem – Claudionor Germano (Capiba – Ariano Suassuna)
03. Morro Velho – Milton Nascimento (Milton Nascimento)
04. Fala Baixinho – Ademilde Fonseca (Pixinguinha – Hermínio Bello de Carvalho)
05. Se Você Voltar – Zezé Gonzaga (Wilson Falcão – Portinho)
06. Maria, Minha Fé – Agostinho dos Santos (Milton Nascimento)
07. Margarida – Maricenne Costa (Guttemberg Guarabyra)
08. Carolina – Maricenne Costa (Chico Buarque de Hollanda)
09. Segue Cantando – Quarteto 004 (Marcos Valle – Paulo Sérgio Valle)
10. Chora, Minha Nega – Reginaldo Bessa (Reginaldo Bessa)
11. Foi No Carnaval – Tita Lobo (Tita)
12. O Sim Pelo Não – Alcyvando Luz (Alcyvando Luz – Carlos Coqueijo Costa)
13. Quem Diz Que Sabe – Quarteto 004 (Paulo Sérgio Valle – João Donato)
14. Fuga e Antifuga – Quarteto 004 & As Meninas (Vinicius de Moraes – Edino Krieger) - Faixa Bônus

CD 4

01. Sabiá – Maria José (Antonio Carlos Jobim – Chico Buarque)
02. Dança da Rosa – Quarteto 004 & Traditional Jazz Band (Chico Maranhão)
03. Visão – Agostinho dos Santos (Antônio Adolfo – Tibério Gaspar)
04. Andança – Antônio João & Maria José (Danilo Caymmi – Paulinho Tapajós – Edmundo Souto)
05. Mestre Sala – Reginaldo Bessa (Reginaldo Bessa – Ester Bessa)
06. Rua D’Aurora – Stelinha Egg (Durval Ferreira – Tibério Gaspar)
07. Por Causa de Um Amor – Aloísio Silva (Capiba)
08. Pra Não Dizer Que Não Falei de Flores – Aloísio Silva (Geraldo Vandré)
09. Passacalha – Quarteto 004 (Edino Krieger)
10. Dia de Vitória – Carlos...
Fonte: Territorio da Musica

O Homem Mais Odiado da Internet

Hunter Moore 

Hunter Moore quer se tornar um novo rei da mídia, mas do modo antigo – por meio de drogas, mulheres e pornografia. Se ele tiver de rastejar na sarjeta a noite inteira, esse é só o preço do negócio 

É preciso dizer que Hunter Moore, 26 anos, dorme bem. dorme profundamente, como uma pedra, e tem sonhos lindos e maravilhosos nos quais, por exemplo, ele se vê de posse de uma grande fortuna (“Eu encontro um baú do tesouro e acordo pensando: ‘Meu Deus, tenho todo esse tesouro!’”). Na verdade, ele poderia estar sonhando isso enquanto é levado no banco traseiro de um Toyota Matrix azul-claro, com o vidro aberto, o vento nos cabelos, o sol brilhando, a música tocando, a cabeça inclinada em um cochilo inocente. Ao lado, no volante, seu parceiro ocasional de viagens, o DJ Android Rights, o conduz por Poughkeepsie, Nova York, e, menos especificamente, mas mais cosmicamente, em direção a seu futuro destino, que ele vê como aberto, brilhante e cheio de fortuna.
Para os que escolhem usar a internet meramente como uma ferramenta de produtividade e, portanto, não sabem quem é Hunter Moore – e, no que lhe diz respeito, esse número está caindo diariamente –, o cochilo inocente pode não significar muito, mas com certeza será uma surpresa para os que o reconhecem como o fundador do site IsAnyoneUp.com, um portal de, digamos, vingança pornô que permitiu que ex-namorados de posse de fotos comprometedoras de suas ex as enviassem para Moore. Ele primeiro confirmava se a infeliz candidata tinha mais de 18 anos e, depois, publicava as imagens online, para delírio e zombaria dos quase 350 mil visitantes que ele afirma entrarem no IsAnyoneUp diariamente. Junto com as fotos, ele incluía nome completo, perfil em redes sociais e cidade onde a pessoa morava, o que garantia que a foto apareceria no Google, o que também garantia que, rapidamente, a mãe, o chefe da ex e todo mundo visse a garota online, sem lingerie.
No decorrer dos 16 meses de vida do website, esse foi o destino de uma finalista do American Idol, da filha de um grande doador do partido republicano, do baixista da banda Passion Pit, da rapper Kreayshawn, de uma perua do programa Real Housewives, de diversas donas de casa reais, mães, professoras, anãs e de uma cadeirante, entre muitos outros – de 15 a 30 por dia. A BBC nomeou Hunter “o homem mais odiado da internet”. O Facebook o baniu para sempre e, depois, reconhecendo que havia sido enganado, também expulsou Alan, o gato de 27 kg dele (Moore reagiu postando uma foto do próprio pênis). O PayPal o bloqueou. O Anonymous tentou invadir o site. Depois de fotos dela aparecerem no IAU, uma mulher foi até a casa de Moore com o pai, que o golpeou no ombro com uma caneta, cuja remoção exigiu uma ida ao hospital e deixou uma cicatriz medonha (seu primeiro pensamento: “Meu Deus, vai ser o melhor post já publicado”). Ele recebeu ameaças de morte e adquiriu o hábito de trocar o número do telefone todo mês. Com medo de ser assassinado enquanto dorme, foi morar por um tempo com a avó.
Daí, a coisa ficou séria. Depois de Moore aparecer no programa de Anderson Cooper para ser confrontado por duas garotas cujos seios apareceram no IAU, os verdadeiros esquisitões começaram a aparecer, enviando coisas realmente pesadas – pornografia infantil, animal, nada de vingança básica – que a equipe do IAU precisava limpar todos os dias. Não querendo ficar de fora, o médico Drew Pinsky o recebeu em seu programa para uma lição de moral de uma mãe muito irritada (a resposta de Moore: “Sinto muito que sua filha tenha sido ‘ciberestuprada’, mas agora ela entende de tecnologia”). Surgiram alegações de invasão, pois diversas vítimas do IAU descobriram que um certo garyjones815@gmail.com vinha mexendo em arquivos de seus computadores antes de as fotos aparecerem no site. Moore alega que o IAU era protegido pela Lei da Decência nas Comunicações de 1996, que não permite que sites sejam responsabilizados pelo conteúdo enviado por usuários. Com a bênção de um advogado, que conheceu vendendo drogas em São Francisco, Moore às vezes respondia a cartas de intimação com um simples “hahaha”. Só que, em maio, o FBI chutou a porta dele e apresentou um mandado para busca de evidências de invasão. Ele ficou “morrendo de medo”.
Tudo bem que o IsAnyoneUp estava tornando Hunter não apenas infame mas também famoso, com um séquito formado por garotos tatuados, defensores da liberdade de expressão, e jovens meninas que aspiravam aparecer no site de Hunter e dormir com ele, não necessariamente nesta ordem (no Twitter, a tietagem que recebe é assustadora – “Se você tivesse Aids, eu transaria contigo do mesmo jeito só para dizer que peguei de você”, escreveu uma fã). Ainda assim, ele fechou a empresa e o vendeu para o site antibullying Bullyville.com e tentou se reformular como um amigo dos oprimidos, ao mesmo tempo em que dizia na TV coisas como “não sei como você pode me acusar – foi você quem tirou a foto” e “é 2012, o que acha que vai acontecer? Alguém vai monetizar essa coisa, e eu era a pessoa para fazer isso”.
Em outras palavras, quem diabos este cara realmente era? Que psicoses obscuras podiam ser responsáveis por tanta maldade? Haveria algo parecido com uma alma humana do outro lado da tela?

Fonte: Rolling Stones Brasil


Arquivo do blog