quinta-feira, 9 de julho de 2015

Por seis votos a zero, TRE/MG desmente factóide criado durante as eleições

AecioCorreios6x0 

A iniciativa tucana, que envolvia os Correios, perdeu de goleada

Por seis votos a zero, o TRE/MG concluiu que não houve abuso do poder político e utilização dos Correios em prol dos então candidatos do PT ao governo, como alegavam os adversários derrotados nas eleições de 2014.

Wagner Pinheiro, presidente dos Correios, comentou a decisão, por seis a zero, da ação movida pelo PSDB sobre suposto uso político da empresa durante a campanha eleitoral de 2014.

“Na época, fizemos todos os esclarecimentos para que a imagem dos Correios não fosse comprometida por esse factoide e pela leviandade eleitoral. A Justiça foi feita e a verdade venceu”, disse ele.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) julgou improcedente, na terça-feira (7), o pedido de cassação do mandato do governador Fernando Pimentel e do vice-governador Antônio Andrade, feito pela coligação Todos Por Minas, encabeçada pelo PSDB.

Também foram absolvidos na ação de investigação judicial o vice-governador Antônio Andrade, o deputado estadual Durval Ângelo, o presidente dos Correios Wagner Pinheiro de Oliveira e o diretor regional da estatal em Minas Gerais, Pedro Amengol.


 com informações do Brasil247)
(com informações do Brasil247) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog