quarta-feira, 29 de julho de 2015

Processo que pedia a cassação do ex-governador Wilson caduca da Justiça


O processo teve mais de 15 recursos, justamente como objetivo de prolongar o julgamento.

 

O processo que o ex- -governador Wilson Martins (PSB) sofreu na Justiça Eleitoral pedindo a cassação de seu diploma caducou antes de ser julgado. Candidato derrotado ao Senado Federal no ano passado, Wilson terminou seu mandato sem ser julgado. Assim, as acusações que pediam a cassação do ex-governador perderam o sentido. 

O procurador eleitoral Kelston Lages lamenta que o processo não tenha andado. Ele comentou que o fato gera um descrédito muito grande nas instituições. “É muito negativo para a sociedade, pois processos como esses não são julgados por recursos que serão meramente protelatórios”, afirmou o procurador. 

Segundo Kelston, o processo teve mais de 15 recursos, justamente como objetivo de prolongar o julgamento. Ele lembra, no entanto, que Wilson ainda pode ficar inelegível, caso seja condenado. 

Wilson Martins é acusado de abuso de poder econômico e político e compra de votos. “Há laudos policiais comprovando tudo. A campanha teve recursos ilícitos”, comentou o procurador. Em entrevistas anteriores à imprensa, a assessoria de Wilson Martins negou todas as acusações. 



Fonte: O Dia

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

Amazon MP3 Clips