segunda-feira, 27 de julho de 2015

River empata com Guarani em casa e termina rodada na liderança da Série D

Com empate diante do Guarani de Juazeiro, Galo vai aos cinco pontos e assume a liderança do grupo A2. Próximo desafio será contra o Imperatriz

O River empatou mais uma vez em casa. Na noite de ontem, no Estádio Albertão, a equipe ficou no 0 a 0 com o Guarani de Juazeiro pela terceira rodada do grupo A2 da Série D do Campeonato Brasileiro. O resultado deixa o Galo na liderança da competição com cinco pontos ganhos, um a mais que o Palmas, segundo colocado.

Na próxima rodada, o River vai a Imperatriz, onde enfrenta os donos da casa no sábado, às 19h15. O time maranhense goleou o Santos-AP por 5 a 1 no sábado e está na terceira posição. Enquanto isso, o Guarani vai a Palmas, onde encara os donos da casa no domingo.

O River foi a campo com mudanças no ataque. Léo Olinda entrou no lugar de Fabinho e formou dupla com Eduardo. E logo aos dois minutos foi da cabeça de Léo Olinda que o Galo quase abre o placar, mas sem sucesso. O tricolor, aliás, começou o jogo a todo vapor. Aos 8 minutos, Luís Jorge cruzou para Célio Codó, que passou direto pela bola. Aos 16 minutos, foi a vez de Rogério tentar um gol de bicicleta, mas o chute saiu fraco, para sorte do goleiro Alberto.

A melhor chance do Guarani veio aos 21 minutos. O atacante Otacílio recebeu a bola sozinho dentro da grande área, mas chutou sem direção. Aos 32 minutos, nova chance para os visitantes. O camisa 10 do Guarani voltou a aparecer, mas em situação de impedimento.

No final do primeiro tempo, o River teve duas boas chances de abrir o placar. Aos 36 minutos, Luís Jorge, da linha de fundo, lançou para Eduardo. Desequilibrado, o atacante chutou para fora. Quatro minutos depois, é a vez de Célio Codó perder mais uma chance após chutar forte e ver a bola ser defendida por Alberto. A torcida do tricolor foi a loura.

Assim, como no primeiro tempo, o River começou a etapa complementar no ataque. Aos três minutos, após boa troca de passes na pequena área, a bola sobrou para Amarildo, que encheu o pé, mas viu o goleiro Alberto defendê- la. Aos nove minutos, veio a resposta do Guarani com o chute fortíssimo de Glaydson para o gol. A bola passou raspando para alívio da torcida do Galo.

Aos 14 minutos, o técnico Flávio Araújo tirou o zagueiro Índio para entrada do atacante Fabinho, que passa a formar o trio com Fabinho e Célio Codó. O Guarani faz a mesma aposta ao tirar um homem da defesa para a entrada de Roberto Jacaré no ataque.

E a mudança no Guarani por muito pouco não gera dor de cabeça para o River. Aos 24 minutos, Otacílio chutou forte, após vacilo de Rogério que perdeu a bola dentro da grande área. O atacante, no entanto, errou a pontaria na hora da finalização. A resposta tricolor veio dois minutos depois. Carlinhos recebeu a bola e chutou rende ao gol de Alberto. Foi a melhor oportunidade do tricolor na partida.

Nos acréscimos, após cobrança de escanteio de Carlinhos, Célio Codó perdeu a última chance da partida. Final de jogo: River 0, Guarani também 0.
 
Fonte: O Dia

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog