quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Criticam a redução dos concursos públicos, mas se calam perante a Terceirização

Questionar o Governo Dilma sobre a redução (e não a extinção) de Concurso Público é fácil, quero ver questionar o fato do Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, e o Sr. Aécio Neves (e os demais Tucanos) que são a favor da Terceirização
 

De acordo com o Artigo 37 da Constituição Federal, o concurso público é voltado à efetivação dos princípios da impessoalidade e da isonomia no acesso aos cargos públicos. A efetivação de cargos públicos mediante Concurso é uma das marcas dos governos do ex-presidente Lula, que somado a atual gestão da Presidenta Dilma admitiram cerca de 355% a mais que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). De acordo com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, entre 2003 e junho de 2014, o governo federal admitiu 234.988 novos servidores públicos. Entre 1995 e 2002, período de FHC, foram 51.613.

Nestes 5 anos de Governo Dilma, foram realizados concursos em todas as áreas e em todos os estados do Brasil. Para cargos desde o básico até os de altos salários. Hoje o Governo anuncia a redução (e não a extinção) dos Concursos.  É muito fácil criticar aquilo que pouco se conhece. Questionar o Governo Dilma sobre a redução (e não a extinção) de Concurso Público é fácil, quero ver questionar o fato do Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, e o Sr. Aécio Neves (e os demais Tucanos) que são a favor da Terceirização! Com a aprovação da lei da terceirização (Lei 4330), neste caso não haveria Concurso Público era de jeito nenhum.  Mesmo que alguns aleguem que não haverá cortes nos Concurso em virtude da Terceirização, sabemos que, quando tratamos de Eduardo Cunhe e Tucanos, certamente o risco da precarização do trabalho é algo eminente.

Vale a pena ressaltar ainda que foram admitidos 128 mil novos professores e/ou técnicos administrativos, que possibilitaram a expansão dos Institutos Federal de Educação, Ciência e Tecnologia e de Instituições Federais de Ensino Superior. Outro detalhe é que Lula e Dilma criaram 422 escolas técnicas e 18 universidades federais, (enquanto que o Governo FHC não criou nenhuma Universidade). No governo tucano, entraram no governo 13,5 mil professores universitários e técnicos administrativos. 



Fonte: Portal Classista


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

Amazon MP3 Clips