quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Mais um delator cita Eduardo Cunha na Lava-Jato

Mais um delator cita Eduardo Cunha na Lava-Jato 
Ex-gerente da Petrobras afirma em delação premiada que presidente da Câmara dos Deputados era “quem dava a palavra final” em relação às indicações na Diretoria Internacional da empresa


De acordo com o depoimento de outro réu e novo delator da Operação Lava-Jato, o ex-gerente da Área Internacional da Petrobras Eduardo Vaz da Costa Musa, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), era quem “dava a palavra final” sobre as indicações para a Diretoria Internacional da companhia.

“João Augusto Henriques disse ao declarante que conseguiu emplacar Jorge Luiz Zelada para diretor internacional da Petrobrás com o apoio do PMDB de Minas Gerais, mas quem dava a palavra final era o deputado federal Eduardo Cunha, do PMDB-RJ”, diz trecho do depoimento de Musa.

João Augusto Henriques, mencionado pelo ex-gerente, é considerado lobista do PMDB e foi preso na 19ª fase da Lava-Jato, na última segunda-feira (21). A assessoria de Eduardo Cunha negou que o parlamentar conheça Musa e disse que sua defesa será feita por seus advogados.

O presidente da Câmara já havia sido citado em depoimento feito por outro delator da Operação Lava-Jato. Em julho, o ex-consultor da Toyo Setal Júlio Camargo disse ter sido pressionado a pagar uma propina de US$ 10 milhões para que um contrato de navios-sonda fosse viabilizado. Cunha teria pedido US$ 5 milhões.

Com Portal Fórum e Agência Brasil 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

Amazon MP3 Clips