terça-feira, 21 de março de 2017

Blogueiro Eduardo Guimarães é vítima de condução coercitiva da PF


 Eduardo Guimaraães está incomunicável na sede da Polícia Federal, em São Paulo.

A informação sobre a condução do blogueiro foi divulgada pelo deputado Paulo Teixeira (PT-SP) através de sua conta no Twitter. Teixeira afirmou: “A censura voltou. A Lava Jato prendeu Eduardo Guimarães, do blog da Cidadania”. Guimarães foi retirado de casa, no bairro Paraíso, em São Paulo, às 6 horas da manhã e os policiais o impediram de falar com seu advogado, o que pode ser caracterizado com obstrução ao direito de defesa. As causas da detenção de Guimarães ainda não estão claras, mas o advogado Pedro Serrano confirmou o fato, disse que Eduardo está incomunicável e informou que outros advogados que se encontram na sede da PF paulista não conseguiram contato com ele. Uma das hipóteses da condução do blogueiro é o fato do Blog da Cidadania ter afirmado, há mais de um ano,  que a Polícia Federal estaria antecipando informações para a chamada “grande imprensa” sobre a condução coercitiva do ex-presidente Lula alguns dias antes dela ocorrer, em 4 de março de 2016.

 

"Ameaça" à Moro

 

Em meados de fevereiro Eduardo Guimarães foi intimado pela Polícia Federal a comparecer à Superintendência de São Paulo para prestar esclarecimentos a respeito de supostas ameaças que teria feito ao juiz Sergio Moro, 13ª Vara Federal de Curitiba e responsável pela Operação Lava Jato. Eduardo Guimarães negou que as mensagens publicadas em sua conta no Twitter tivessem qualquer tipo de ameaça à Sergio Moro e afirmou que demonstrará isso às autoridades.




Fonte:  Portal Vermelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog