quinta-feira, 22 de junho de 2017

14 milhões de desempregados e Temer diz: País vive "momento próspero"

Temer acompanhado do ministro das Negócios Estrangeiros da Noruega, Senhor Borge Brende, e do ministro das Relações Exteriores, o tucano Aloysio Nunes



Com uma agenda completamente esvaziada, Temer teve apenas um compromisso nesta quinta: um encontro com investidores noruegueses no qual também participaram ministros e parlamentares brasileiros que integram a comitiva presidencial.

 
Ao discursar, para apenas um jornalista local, Temer fingiu que seu governo funciona plenamente e fugiu da questão ambiental, tema cujo governo norueguês tem severas críticas.

 
No mesmo dia em que a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga pesquisa que aponta que o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) caiu para 51,9 pontos em junho, uma redução de 1,8 ponto na comparação com maio e com um desemprego recorde que atinge 14 milhões de brasileiros, Temer pediu aos noruegueses que façam parte de "momento próspero" brasileiro.

 
“Queremos que o investidor norueguês faça parte desse momento próspero que estamos vivendo no Brasil. Estou certo e esperançoso de que mais investimentos virão em vários setores, não apenas em energia. No [âmbito] comercial, temos de aumentar as trocas com a Noruega”, disse o ele ao ao discursar no evento organizado pela Associação dos Armadores da Noruega.

 
Temer ainda afirmou que o Congresso Nacional está para concluir a tramitação da reforma trabalhista, mas não contou que sofreu um revés na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado e que recorre a retaliações para tentar garantir a aprovação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde o projeto é analisado.

 
Ele ainda afirmou que já iniciou o processo legislativo para alterar as regras da Previdência Social. no entanto, se as dificuldade para aprovar a reforma trabalhista já tiram o sono da base aliada, imagine quado o assunto por Previdência.

 
"Eu venho para lhes trazer uma mensagem de confiança. O Brasil, digo sem medo de errar, está deixando para trás uma severa crise de sua história. Temos levado adiante reformas que não se via no nosso país há muitos anos. É uma agenda que está trazendo de volta investimentos, que está recuperando o crescimento", declarou, sem contextualizar a dificuldade que está enfrentando, inclusive com aliados políticos, para aprovar as reformas.

 
Na Rússia, o encontro com o presidente Vladimir Putin foi rápido e formal. Ao depositar uma coroa de flores com o cruzeiro do brasão brasileiro em frente à chama eterna do túmulo, em homenagem ao soldado desconhecido., Temer ouviu: “Fora Temer!”.



Fonte: Vermelho/Agências

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog