sexta-feira, 23 de junho de 2017

Juristas europeus analisam a perseguição judicial a Lula

 

Depois do depoimento de Luigi Ferrajoli, no Senado italiano, detonando a Lava Jato, chamando o juiz Sergio Moro de juiz da Inquisição, juristas europeus começaram a se preocupar seriamente com o que está acontecendo no Brasil.
***


Processo de Lula será analisado por professores de Direito da Europa

SEX, 23/06/2017 – 16:05
 
ATUALIZADO EM 23/06/2017


Jornal GGN – O caso triplex, em que Lula é acusado pela força-tarefa da Lava Jato de receber propina da OAS, será analisado por uma equipe formada por professores de Direito de três universidades da Europa, em parceria com o advogado Rafael Valim, da PUC-SP. A ideia é formular um relatório indicando se o processo penal contra o ex-presidente foi “imparcial e independente”.

Desde o dia 21 passado, o juiz Sergio Moro está com o processo concluso para sentença. O GGN apontou, em reportagem que analisa a decisão do magistrado em 10 ações penais, que quando há petistas sentados nos bancos do réus, Moro costuma divulgar o resultado do julgamento, em média, dentro de duas semanas. Leia mais aqui.


A expectativa da chamada Análise Internacional Independente sobre o Processo Penal de Lula é de concluir o relatório e torná-lo público em agosto.


Após avaliar as provas contra e a favor de Lula, o grupo pretende verificar “se o Estado de Direito tem sido observado” e “avaliar os impactos da cobertura e dos comentários da mídia
sobre o julgamento”.


Participam do projeto os professores Roberta Bortono, da Universidade de Roma, na Itália; Gunter Frankenberg, da Universidade Johann Wolfgang Goethe, na Alemanha, Javier Garcia Oliva, de Oxford, Reino Unido, além de Rafael Valim, autor da obra “O caso Lula”, ao lado de Cristiano Zanin e Valeska Teixeira, advogados do petista.


A Lava Jato ainda investiga Lula por causa do sítio de Atibaia, da empresa de palestras e o Instituto Lula.



Fonte: O Cafezinho 

VEJA TAMBÉM:

Cunha diz que delação de aliado levará Geddel e Moreira Franco para a cadeia

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

Amazon MP3 Clips