quarta-feira, 19 de julho de 2017

Atos protestam contra ataques a direitos e perseguição a Lula

 


“É importante que se organizem atos em todas as cidades, mas especialmente nas capitais. Diante da aprovação do desmonte dos direitos trabalhistas e da condenação sem provas de Lula por Moro, só nos resta resistir nas ruas às violações à nossa democracia”, completa. A "reforma" trabalhista foi sancionada na última quinta-feira (13) por Temer, e deve vigorar após 120 dias. A da Previdência tramita com dificuldades no Congresso, ante o desgaste do governo do peemedebista, alvo de investigações criminais.

 
O ato em São Paulo terá concentração às 17h, em frente ao Masp, na Avenida Paulista. De acordo a Frente Brasil Popular, confirmaram presença no ato os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff (PT), alvo de impeachment em maio do ano passado. “Retiraram a presidenta Dilma para poder impor medidas econômicas e políticas que jogam todo o peso da crise sobre a classe trabalhadora”, afirma o líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) João Pedro Stédile.

 
Para Stédile, existe relação entre o impeachment, a agenda de reformas de Temer e a condenação de Lula. “Por isso retiram direitos trabalhistas, por isso querem a reforma da Previdência, para isso assaltaram os cofres públicos com mudanças de políticas de saúde, educação, reforma agrária e transferiram os recursos para os interesses das empresas. Devemos manter nossas mobilizações em todo o país, fazer passeatas, atos e greves em defesa dos direitos e, sobretudo, mudar esse governo golpista com eleições diretas”, diz.

 
O líder do MST argumenta que a condenação de Lula carece de provas, de materialidade, e tem como objetivo único sua retirada do pleito presidencial em 2018. “Essa é a outra parte do golpe. Eles não admitem que o povo brasileiro possa escolher quem quiser, o que a maioria quiser, para ser presidente desse país. Por isso, estamos convocando grandes mobilizações, precisamos demonstrar para os golpistas, para a direita insana, que o Brasil tem futuro”, completa.

 
A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) publicou vídeo em suas redes sociais convocando para o ato no Rio de Janeiro, que está marcado para as 16h, na Cinelândia, região central. “Nesta quinta, o povo continuará nas ruas ecoando gritos de 'fora' para as reformas trabalhista e da Previdência. Esse grito vai ter uma nova bandeira importante da democracia brasileira, que é contra a perseguição ao maior líder popular desse país”, disse.

 
“Tirar Lula da eleição é fraude, porque é uma perseguição, condenação sem provas. Parece que a lei só vale para alguns. Mas não é apenas Lula a questão, é uma questão da democracia brasileira. A tentativa de continuar com essa agenda de reformas e retirada de direitos do povo brasileiro é fazer uma eleição sem um líder popular importante no processo. É essa a batalha que precisamos compreender”, afirmou a deputada.
 

 

Confira a agenda de manifestações por todo o país

 

Acre – 18h30 – Em frente ao Palácio do Governo, em Rio Branco

Amazonas – 17h – Rua José Clemente – Próximo ao Bar Caldeira, em Manaus

Amapá – 16h – Praça Veiga Cabral, ao lado do Teatro Bacabeiras, em Macapá

Bahia – 15h – Caminhada do Campo Grande ao Fórum Rui Barbosa, em Salvador

Ceará – 16h – Ato Praça da Bandeira, em Fortaleza

Distrito Federal – 17h – Praça dos Três Poderes, em Brasília

Goias – 17h – Praça A, em Goiânia

Minas Gerais – 17h – Praça Afonso Arinos, em Belo Horizonte

Mato Grosso do Sul – 19h – Rua Maracaju, 878, em Campo Grande

Pernambuco – 9h – Parque Treze de Maio, em Recife

Piauí – 17h – Praça da Liberdade, em Teresina

Paraná – 17h30 – Rua Monsenhor Celso, esquina com Rua XV, Curitiba

Rio de Janeiro – 16h – Cinelândia

Rondônia – 17h – Praça das Três Caixas, em Porto Velho

Rio Grande do Sul – 17h30 – Esquina Democrática, em Porto Alegre
17h – Em frente à RBS TV, em Pelotas

Santa Catarina – 16h – Catedral, em Florianópolis

São Paulo – 17h – Em frente ao Masp, na Avenida Paulista


 
 
 
Rede Brasil Atual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog