segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Vice da Câmara avisa a Temer: Não há votos para reforma da Previdência

 



 "Eu disse ao presidente hoje que o governo não tem votos para a Previdência. Ele disse que sabia disso, mas que queria pelo menos passar a idade mínima", disse Fábio Ramalho, em entrevista ao G1.

Ramalho, que é o presidente interino da Câmara - já que Rodrigo Maia (DEM-RJ) está em viagem no exterior -, afirmou ainda que, para aprovar a reforma, o governo precisa "reagrupar a base aliada", que está em frangalhos, e "trabalhar a comunicação". A ideia é tentar convencer a população de que a reforma é a única saída para resolver a crise econômica.

"Se não fizer isso, não adianta que não vai passar", assegurou Ramalho. Ele esqueceu que Temer é o presidente mais rejeitado da história, com 3% de aprovação. Não há propaganda que reverta isso, diante da política de achaque aos direitos e de entrega ao patrimônio nacional.


Fonte: Portal Vermelho / Agências   
LEIA TAMBÉM: 

DEPUTADO TUCANO APRESENTA PROJETO PARA AUMENTAR PLANOS DE SAÚDE PARA IDOSOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog