quinta-feira, 17 de maio de 2018

Em NY, Doria pede palmas para Moro que é recebido com protestos


A foto em que o juiz Sérgio Moro e João Doria aparecem juntos na cerimônia de entrega do prêmio “Person of the Year Awards”, concedido pelo Museu de História Natural de Nova Iorque (EUA), não foi uma mera formalidade como também um tapa na cara da mídia e dos brasileiros.

O juiz de Curitiba já foi fotografado com o próprio Doria e com outros tucanos em diferentes ocasiões, o que gerou críticas de uma boa parcela da população brasileira, que não considera ético um juiz posar ou mostrar intimidade com políticos. Uma das fotos mais polêmicas ele está quase aos beijos com Aécio Neves do (PSDB)  e quem aparece também na foto é o golpista Michel Temer.

No evento, o ex-prefeito de São Paulo expressou toda admiração pelo magistrado que ele considera um “herói” e que, apesar de se dizer imparcial. Só aparece em fotos com tucanos corruptos, o herói de Dória é o mesmo que tenta prender os sonhos de milhões de brasileiros que apoiam e confiam em Lula. Preso sem provas pelo farsante juiz  de Curitiba.

O juiz Sérgio Moro posou para fotos na terça(15) em Nova Iorque, ao lado do ex-prefeito tucano de São Paulo e pré-candidato ao governo de São Paulo. João Dória provocou polêmica e uma série de críticas nas redes sociais. Além dos protestos nas redes, Moro também sofreu manifestações na porta do Museu de História Natural.

Assista um pouco da recepção que Moro recebeu em Nova York
 


Com informações da Revista Fórum
Adaptação: G. Hammer

2 comentários:

Arquivo do blog