domingo, 22 de julho de 2018

ALIANÇA FASCISTA: COM ELES O BRASIL CHEGARÁ AO FIM DO POÇO!


A advogada Janaína Paschoal, professora de Direito da USP, foi anunciada como candidata a vice na chapa do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Os dois se falaram por telefone na quinta-feira (19/7). Jair Bolsonaro oficializou convite para a advogada Janaína Paschoal ser a sua vice. A autora do pedido de impeachment de Dilma confirmou neste domingo (22), no Rio, o chamamento durante convenção nacional do PSL. 





Após afundar o país na pior crise política de todos os tempos,  à mulher que vendeu o destino de um país por 45 mil e que jurou no congresso nacional jamais fazer parte do mundo político, finalmente mostra sua cartas, Janaína Paschoal se alia ao que tem de pior na política brasileira, o candidato fascista Jair Bolsonaro, apontando que o país chegou ao fundo do poço. Salve-se quem puder.



Com ideais de direita conservadora e a falsa moralidade, podemos dizer que um é a tampa do pinico o outro nem precisa desenhar. Não se sabe quais são os projetos que possam mudar o quadro da segurança nacional e sem uma estratégia de política externa, Bolsonaro e Janaína Paschoal não tem absolutamente nada a oferecer a nação, a não ser discursos vazios cheio de preconceito, ódio e intolerância. 



Em tempos de conturbação nacional causada por ela mesma (Janaína Paschoal) e pela quadrilha de Michel Temer, a fiscal de banheiros da prefeitura de São Paulo, aliou-se no passado com Eduardo Cunha e mais de uma centena de políticos corruptos. Agora prega moralidade em uma aliança patética com o destrambelhado e fanfarrão Jair Bolsonaro, o homem que se auto–intitulou “Mito”.



Sem apresentar nem um projeto que possa mudar a realidade do Brasil, a campanha presidencial do PSL, começou toda errada, tão logo anunciaram a chegada do fascista, O movimento Livres abandonou o partido causando um verdadeiro desembarque de um navio que tende a afundar antes mesmo de sair em  viajem.



Segundo o completo desinteresse dos demais partidos em se aliar a um projeto aventureiro e perigoso para o Brasil, deixando a campanha isolada e com míseros 8 segundos de campanha.Temos suficiente para dizer "foda-se" ao povo brasileiro.



O desastre não é pior por que um grupo de analfabetos políticos, alienados pelo discurso fácil e demagogo tem se deixado levar pela ilusão de que Bolsonaro poderá de fato governar para um país seguro e justo, basicamente é como se uma árvore defendesse o desmatamento da floresta em que vive, não faz o menor sentido.



Janaína Paschoal assim como Bolsonaro não tem nenhum projeto concreto e tão pouco responsabilidade com o Brasil, Bolsonado é uma nulidade ambulante, um político que em 30 anos jamais foi capaz de aprovar um projeto de significância nacional, é mais um voto de protesto do que um voto a ser levado a sério. Ele que foi formado para ser paraquedista, numa saltou de paraquedas mais tem tudo pra deixar o Brasil em queda livre. Não é por menos que ajudou a salvar o Temer.



O que falar de uma advogada que ajudou a afundar o país, não poderia se esperar outra coisa que se não destruir ainda mais a economia de um país por migalhas, afinal o que são 45 mil reais diante de um futuro incerto causado por uma aventura política que culminou num golpe parlamentar, em malas cheias de dinheiro fruto de corrupção, 14,5 milhões de desempregados, reforma trabalhista que destruiu direitos dos trabalhadores, entrega do patrimônio público de nosso país, e numa quadrilha que hoje governa ilegitimamente o Brasil, se tem algum culpado nesse triste e caótico momento vivido por todos cidadãos brasileiros, essa pessoa chama-se Janaína Paschoal. 



São dois asnos caminhando num pasto de intolerância, ódio, preconceito e mentiras. Vivemos o pior momento político da história do Brasil e sem dúvidas esse par de ignorantes não são a solução para que voltemos a trilhar o sucesso, o país precisa de pacificação e não de intolerância, o Brasil merece coisa melhor e com eles concretizaremos o fim do poço sem que alguém possa jogar a corda para tirarmos desse poço de desilusão, para falar a verdade se chegarmos ao fim do poço com eles, o melhor seria que alguém soterrasse ele no poço para que nada mais possa sair desse sepulcro. Só falta mesmo é sair o convite para o MBL para ser o coordenador dessa ilustre e desastrosa campanha eleitoral.

G. Hammer:  Entretanto, para a imprensa, a futura vice de Bolsonaro disse que o martelo ainda não foi batido. “Não é possível tomar uma decisão em dois dias. Estamos dialogando”, despistou. A declaração foi feita a pouco,  mediante criticas nas redes sociais por opositores da aliança de ambos os lados.



 

Texto e Edição: Selena Martines
Informações: Jornal O Globo / Blog do Esmael Morais
Adaptação final: G. Hammer
Via: Esquilo Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog